terça-feira, 19 de agosto de 2008

Sonhos e realizações

O pior de ter sonhos é ter a possibilidade de realizá-los. Às vezes parece que os sonhos situam-se em esferas de desejo que devem permanecer no tempo futuro. Quando no limiar da realização, os sonhos tornam-se assustadores, dão calafrios, provocam insônia. E se não der certo? Como viver sem o sonho sonhado? Temos de ter cuidado, o medo de perder o sonho pode nos paralisar. Por isso, chega de medo! Agora é acordar e realizar.


Confesso que tenho um pouco de medo. Pouco, não, acho assustador. Tenho um frio na barriga constante e uma respiração que não chega nunca aos pulmões.

Acabo de ver uma prova de atletismo direto da China. Momentos antes da largada, os corredores fazem caretas assustadoras. Andam de um lado para outro, mordem os lábios, balançam os ombros, tentando aliviar a tensão. No ar, um misto de concentração e tensão.

Parece eu. Tem hora que sinto vontade de correr, de subir escada pulando, de levantar peso. Já sentiu isso? É uma vontade de extravasar corporalmente. Destencionar.

Recomecei a meditar. Senti que, se não voltasse a praticar exercícios serenantes, iria explodir. Melhor: implodir.

A meditação tem ajudado um pouco. Já senti diferença de segunda para cá. É a primeira coisa que faço, logo que começa o dia. Por enquanto, tenho usado música para ajudar. É que, se for meditar no pseudo-silêncio, acho que vou escutar meus pensamentos gritando. Por isso, comecei aos poucos, primeiro com música, para tentar ir silenciando a mente através dos suaves acordes.

Peguei uma fita (imagine: uma fita!) do tempo em que meditava sempre, nos idos anos new age. Mesmo depois de quase vinte anos, a fita continua rodando tranqüila, em um cassete que nunca havia sido usado, pois, ultimamente, é só CD e MP3. O aparelho moderno ainda conserva seu tape-deck (lembra?), talvez para o dia em que uma pessoa a beira de um colapso queira meditar ao som de fitas cassetes antigas.

O fato é que, sentar de pernas cruzadas sobre uma almofada, ouvindo o leve chiado de um vinil transmitido por um cassete me fez viajar no tempo.

Tempo de sonhos, muitos sonhos. Sonho de realizações futuras por um mundo melhor. Sonhos de crença na humanidade e no poder da paz. Sonhos idos de jovens new ages agora olds.

Sonhos que querem e devem virar realizações, pois não há mais tempo de espera. Sonhos que causam medo: será que serão realizados? Sonhos que, realizados, poderão fazer a diferença entre o passado e o futuro. Por isso, a taquicardia, o frio na barriga, a falta de ar.

Um comentário:

  1. Seus sonhos estão se realizando. Um a Um vão se concretizando. Và em FRENTE!!! DEUS ESTA NO COMANDO!

    ResponderExcluir